Na manhã desta quinta-feira (08), no plenário da Câmara, vereadoras, secretários municipais e representantes do comércio se reuniram para discutir "Soluções e alternativas para Rua XV de Novembro". O encontro foi uma iniciativa da vereadora Mara Cristina Choquetta (PSB).

Estiveram presentes o chefe de gabinete do Prefeito, Mauro Nunes, os secretários Paulo Roberto Tristão (Obras e Habitação Popular) e Luis Henrique Bueno Cardoso (Planejamento Urbano), a vereadora Joelma Franco da Cunha (PTB), o presidente da Associação Comercial e Industrial de Mogi Mirim (ACIMM), Alexsander Sartori, lojistas e comerciantes da Rua XV, entre outras pessoas. 

No encontro, os presentes discutiram os motivos para diversas lojas estarem atualmente fechadas nessa tradicional rua comercial da cidade. Alguns pontos mencionados foram a migração do público para o comércio on-line, o valor do aluguel, a falta de estacionamento na via, a falta de atrativos, maior número de lojas nos bairros etc.  

Além disso, eles também conversaram sobre quais aspectos desse problema da Rua XV seriam partes de um quadro geral que afeta todo o centro e quais são específicos da via.  

Com relação aos aspectos específicos, os lojistas reivindicaram que a rua volte a ter vagas de estacionamento. Para eles, o calçadão não atraiu um movimento de pedestres que compensasse a diminuição do movimento de carros, ocasionada pela falta de vagas. Além disso, segundo os comerciantes, a ausência de estacionamento também dificulta a carga e descarga de mercadorias.

Algumas possíveis soluções levantadas inicialmente foram vagas de estacionamento em 45º (que mantivesse a calçada com acessibilidade) e a volta do estacionamento rotativo (zona azul).

Devido a compromissos de alguns presentes, a reunião precisou ser interrompida e um novo encontro, no plenário, foi marcado para as 9h (da manhã) do dia 14 de março.    

 

  

 



Mais Notícias

Câmara rejeita veto do Executivo a projeto que concede isenção de pagamento de "Zona Azul" a idosos e pessoas com deficiência

Ler a notícia

Câmara tem três audiências públicas nesta semana

Ler a notícia